terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Cara ou coroa? Votação 2018 às cegas


   



 "Cara ou coroa", jogar uma moeda para cima e ver o resultado , uma forma antiga de escolher a sua sorte ou a de terceiros. Talvez seja a maneira que iremos escolher os nossos governantes daqui para frente, pois a dificuldade de  saber o que na verdade   se esconde por trás das promessas de campanha é algo angustiante. "Os bons não vem com estrelas na  testa"( ditado popular).
   Como professor e  cristão tenho o desafio de influenciar para que as pessoas pensem antes de votar, isso seria fácil se a sociedade brasileira não estivesse   culturalmente submissa a cultura politica tradicional do país.
   Essa cultura social,educacional  e moral de colocar  pessoas  como nossos dirigentes   estatais , que  foram julgadas e condenadas por  crimes de corrupção e outros mais, é algo  inadmissível. Mas é isso que acontece no nosso país, alguém que não deveria ser eleito, acaba vencendo com apoio popular , e os vencedores dizem:" O povo me elegeu , essa é a vontade de Deus, "pois a voz do povo é a voz  de Deus!", Grande mentira! 
     Deus não assume responsabilidades que são nossas, o nosso papel é pensar o país de forma equilibrada , justa e honesta .   Com base nesses conceitos poderemos  fazer as nossas escolhas!
...mas com a escassez  de opções possivelmente usaremos o "Cara ou Coroa".





            Gilberto Penha de Andrade

  Professor de Séries Iniciais no Município de Coronel  Fabriciano  Graduado em Pedagogia e especialista em Desenvolvimento Humano e  Gestão de políticas  publica

                                                   Currículo Lattes

                                     


Nenhum comentário:

Para onde iremos nós?

Não  há  como fugir da realidade de que o Brasil,verdadeiramente está sem rumo,fadado a um colapso social e econômico, isso d...